Morre Adam West, o Batman dos anos 60

Faleceu em Los Angeles, no dia 9 de junho de 2017, o ator americano Adam West, estrela da década de 1960 com a série de TV Batman. Ele estava com 88 anos.

adam-west2O ator batalhava contra uma leucemia, disse um porta-voz da família à BBC de Londres. Sua interpretação de Batman e Bruce Wayne marcou a carreira, tanto, que depois disso ele demorou a encontrar outro papel.

“Nosso pai sempre se viu como o Cavaleiro Brilhante e aspirou produzir um impacto positivo nas vidas dos fãs”, disse a família West em comunicado ao Variety. “Ele foi e sempre será nosso herói.”

West deixou a mulher, Marcelle, seis filhos, cinco netos e dois bisnetos.

adam-westNascido William West Anderson (Walla Walla, Washington, 19 de setembro de 1928), o ator e dublador norte-americano estreou na carreira artística em 1957, no Havaí, com o filme “Voodoo Island”. Participou de inúmeros seriados, mas ficou mesmo conhecido pelo papel de Batman na série que foi ao ar de 1966 a 1968. West também trabalhou como dublador, incluindo papéis nas animações Padrinhos Mágicos, Uma Família da Pesada. Dublou uma versão caricaturizada dele mesmo como o Prefeito Adam West na série animada Family Guy. Também fez participações em Os Simpsons e Robot Chicken.

Em fevereiro de 2016, a série The Big Bang Theory comemorou seu episódio de número 200 e lembrou o 50º aniversário da série Batman com uma aparição de West.

Recentemente, o elenco original de Batman retornou aos seus personagens para a animação Batman: O Retorno da Dupla Dinâmica,  uma paródia da série dos anos 1960. Os últimos trabalhos de West também incluem uma participação especial na série Powerless e a dublagem da animação Batman vs. Two-Face, mas uma vez retornando ao papel do Homem-Morcego sessentista.

Biografia

Quando criança, na região rural de Walla Walla, Adam West nunca sonhou que um dia seria convocado para viver o personagem Batman. Ele nasceu em 1928 e seu primeiro encontro com o Cavaleiro das Trevas foi puramente acidental. Começou a ler algumas revistas em quadrinhos do herói em uma banca de jornal e gostou muito.

Sendo o mais velho de dois filhos, Adam idolatrava a mãe, uma entusiasta pelo teatro local e cantora de ópera. Em 1951, o estudante de 22 anos tentava realizar seu próprio sonho no show bizz, trabalhando como locutor em uma rádio de Washington.

Em 1952, depois de se formar na faculdade, Adam se casou com Billie Lou Yeager. Naquele ano, se matriculou no curso de graduação da Stanford University para estudar composição literária. Os dias de Adam na universidade foram encerrados quando ele conseguiu um emprego em uma rádio de Sacramento. Mas a carreira teve que ser interrompida quando Adam foi recrutado para o exército em 1956. Depois de deixar o militarismo, ele e a esposa se mudaram para Honolulu, no Havaí. O ator aceitou a oferta de um amigo para trabalhar em um programa matinal chamado “El Kini Popo Show”, onde o co-anfitrião era um chimpanzé que usava fraldas. No mesmo ano, a esposa de Adam o deixou por um homem mais velho, mas o ator não ficou só por muito tempo. West se apaixonou por uma linda taitiana chamada Ngahara Frisbie. Casaram-se em 1957, tiveram uma filha naquele mesmo ano e um menino no ano seguinte.

Além do programa de tevê, Adam se apresentava em um teatro local. Certo dia, ele pagou $20 a um amigo para tirar dois empresários turistas que estavam na praia para o verem atuar em “Picnic”, uma peça teatral. Um dos empresários prometeu, e cumpriu, de fazer com que a Warner Bros. contratasse o ator, na época com 31 anos, que logo conseguiu trabalho em vários programas de tevê.

Em 1959, Adam teve a primeira grande chance, quando a Warner o escalou para um programa chamado “Frontier World of Doc Holiday”. Mas os produtores não gostaram da atuação de Adam, o programa não chegou a ir ao ar e o contrato com a Warner foi encerrado.

Adam buscava trabalho fazendo aparições esporádicas em vários programas, mas os comerciais que pagavam as contas.

Em 1961, a sorte de Adam mudou quando ele conseguiu um papel na série da NBC The Detectives. Quando o programa terminou, no ano seguinte, o ator fez alguns papéis no cinema, incluindo um filme de ficção chamado “Robinson Crusue on Mars”.

Em seguida, Adam acabou indo para a Itália atuar em filmes “Spaghetti Western”, gênero que a TV Record exibiu no Brasil durante os anos 70 e 80, em sua sessão “Bang-Bang à Italiana”.

De acordo com o livro de memórias de Burt Ward, “Boy Wonder – My Life in Tights”, ele e West recebiam fãs no set, no carro ou em qualquer lugar que oferecesse um pouco de privacidade.

Em 1969, Adam conheceu Marcelle Tagand Lear durante uma aparição como Batman. Ela era uma bela francesa divorciada e mãe de dois filhos. Casaram-se em 1970.