Morre aos 78 anos a atriz Yvonne Craig, a Batgirl dos anos 60

A atriz americana Yvonne Craig, conhecida por interpretar a Batgirl na famosa série de televisão Batman, na década de 1960, morreu na segunda-feira (17) aos 78 anos de idade, informou a revista “Variety”.

Craig morreu em sua casa de Pacific Palisades, na Califórnia, em companhia de sua família, em decorrência de um câncer de mama que causou metástases no fígado.

yvonne-craig

Montagem mostrando a personagem Barbara Gordon e a misteriosa Batgirl

Um dos seriados de maior sucesso em todo o planeta, que foi exibido em 101 países e ainda é reprisado em alguns deles, Batman teve três temporadas (1966-68). No final da segunda, quando a audiência começou a cair, a versão engraçada das aventuras do Homem-Morcego e seu pupilo Robin precisava de novo fôlego. E os produtores resolveram introduzir na temporada seguinte a Batgirl, versão feminina do herói.

Yvonne Craig tinha 30 anos quando ingressou na série. Nascida nos EUA, começou a carreira como bailarina e chegou a fazer parte do Balé Russo de Montecarlo. Mas, desde os 20 anos, passou a interpretar pequenos papéis no cinema. Ela atuou ao lado de Elvis Presley em dois filmes, “Loiras, Morenas e Ruivas” (1963) e “Com Caipira Não se Brinca” (1964).

Nos anos 1960, focou sua carreira para a TV. Além de Batman, ela fez aparições em outros seriados cultuados até hoje. Interpretou Martha, a menina escrava de Orión, que quis matar o Capitão Kirk na 3ª Temporada da série Jornada nas Estrelas. Participou, também, de Viagem ao Fundo do MarJames West, Os Invasores, Big ValleyO Agente da U.N.C.L.E. e Terra de Gigantes. Mas, foi mesmo como Batgirl que virou musa.

A atriz em 2001

A atriz em 2001

A personagem é filha do comissário Gordon, a bibliotecária Barbara Gordon. Sua identidade é conhecida apenas por Alfred, o mordomo de Bruce Wayne. Batman e Robin não suspeitavam que ela era a garota de máscara, capa e roupa justíssima que aparecia para ajuda-los a combater o crime.

A partir de 1972, Yvonne deixou de atuar e passou a viver longe da imprensa. Ela teria trabalhado por décadas no ramo imobiliário, produzindo eventos para lançamentos do ramo. (com UOL)