Morre Donna Douglas, a Elly May do seriado ‘A Família Buscapé’

Donna Douglas, que ficou conhecida por interpretar a personagem Elly May Clampett no seriado A Família Buscapé (The Beverly Hillbillies, 1962-71), morreu nesta quinta-feira (01), aos 81 anos de idade. A atriz lutava contra um câncer no pâncreas.

donna-douglas

Dois momentos da atriz Donna Douglas

Nasceu no dia 26 de setembro de 1933 no interior de Louisiana, nos EUA. No início da década de 1960, mudou-se para Nova Iorque, onde arranjou trabalhos como figurante em programas humorísticos e de variedades. Mais tarde, já em Los Angeles, participou de comerciais de TV e episódios de séries, como 77 Sunset Strip, Os Aquanautas, Na Corda Bamba, Rota 66Dr. Kildare, Mr. Ed, Adam-12, O Casal McMillan, Galeria do Terror, Impacto, Xeque-Mate, O Jogo Perigoso do AmorProjeto UFO e Além da Imaginação.

Donna fez carreira também no cinema. Participou dos filmes “Entre A Loura e a Ruiva”, com Elvis Presley, “Volta Meu Amor”, com Doris Day e Rock Hudson, “Calvário de Glória”, com Shirley Maclaine, e “As Aventuras de Ferdinando”.

No entanto, seu personagem mais expressivo foi justamente Elly May Clampett, em A Família Buscapé. A rede americana CBS investiu, no início dos anos 1960, na produção desta sitcom, que mostra o cotidiano da família caipira Clampett, que se muda para a cidade grande após ficar milionária por descobrir petróleo em suas terras. Eles saíram de uma comunidade rural para morar em uma mansão em Los Angeles.

As piadas em cima das diferenças culturais se tornaram um grande sucesso, rendendo nove temporadas. Elly May, a personagem de Donna Douglas, é a única filha de Jed (Buddy Ebsen) e a neta de Daisy May (Irene Ryan), mais conhecida como Vovó. Com eles também vivia o primo Jethro (Max Baer, Jr.).

A Família Buscapé

A Família Buscapé

As reprises da série nas décadas seguintes, fez surgir uma nova geração de fãs. Com isso, a rede CBS produziu, em 1981, um telefilme que reuniu Buddy, Donna e Max (Irene já tinha falecido). Em 1993, A Família Buscapé ganhou uma versão cinematográfica, estrelada por Lea Thompson, Rob Schneider e Jim Varney.

A personagem Elly May, de A Família Buscapé, transformou Donna em um símbolo sexual da época. Nos anos 1980, Donna passou a ser cantora e gravou álbuns de música country e gospel. Publicou livros de histórias infantis e de receitas. Na década de 1990, abandonou completamente a carreira artística e se tornou agente imobiliária.

A Família Buscapé estreou no Brasil pela TV Record, em 1964. Entre 1968-75, foi exibida pela TV Tupi.

Abaixo, assista a um episódio completo de A Família Buscapé (redublado):