Quadrinhos: Há 75 anos surgia Batman!

Há 75 anos, a edição 27 da revista americana Detective Comics apresentava Batman, uma espécie de junção de personagens como O Sombra e Zorro.

Bob Kane criou o Batman em 1939, herói que é o mais popular da DC Comics há décadas. Bruce Wayne virou órfão ainda criança com assassinato de seus pais pelo ladrão Joe Chill, o que mudou sua vida pra sempre. Tendo tornado-se o elemento mais sinistro e calculista do Universo DC, seu capuz já foi vestido por Jean-Paul Valley (Azrael) e Dick Grayson, mas voltou ao seu dono original. O herói marcou pra sempre o universo de quadrinhos e literário com obras clássicas como Ano Um, Cavaleiro das Trevas, Asilo Arkham e A Piada Mortal. Ainda hoje seus títulos estão entre os mais lucrativos da DC Comics, bem como sua franquia animada e cinematográfica.

batman-hq

Detective Comics #27: A estreia de Batman

Passando por inúmeras reformulações, o Homem-Morcego tornou-se, com o tempo, um dos maiores ícones da cultura pop, lembrado por vezes como um símbolo de justiça no nosso mundo. Da história oriunda da imaginação de Bob Kane, surgiram inúmeros personagens e outras histórias memoráveis, permeando vários gêneros de narrativa.

Durante todo este ano do 75º aniversário de Batman, a Warner Bros. está lançando e licenciando produtos relacionados. E a notícia não poderia ser melhor: mais de 15 anos após o lançamento dos primeiros títulos em DVD no mundo, Batman, uma das séries clássicas da tevê mais cultuadas, vai finalmente ser lançada no mercado de home video.

Um anúncio feito no início do ano pela Warner Home Video americana sinalizou que Batman será lançado em DVD ainda em 2014 e disponibilizada em um box completo, com as três temporadas.

Ainda ficaram em aberto informações sobre o formato (DVD ou Blu-ray), data mais precisa para o lançamento, disponibilização de extras e o lançamento em outros países (como o Brasil, por exemplo).

Imbróglio

As aventuras de Adam West e Burt Ward não foram lançadas até hoje devido a um imbróglio jurídico entre os estúdios Warner (detentor dos direitos dos personagens) e 20th Century Fox (produtor da série de tevê). Em 2012, finalmente, os dois estúdios entraram em um acordo, sendo que a Warner ficou responsável pelo lançamento dos produtos, pagando uma determinada parcela dos lucros para a Fox. Também foi resolvido os valores a serem pagos a família de William Dozier e às celebridades (ou herdeiros) que apareciam nas cenas da janela, como Jerry Lewis,  Sammy Davis Jr., Ted Cassidy e outros.

Batman02Em março/2012, começaram a ser lançados produtos agregados à série Batman de 1966. A Mattel lançou o Batmóvel (49.99 dólares) e action-figures de Batman, Charada e Pinguim, com a reprodução dos rostos dos respectivos atores Adam West, Frank Gorshin e Burgess Meredith. A DC Comics (Warner) começou a publicar uma revista em quadrinhos mensal, chamada “Batman ’66?, que deu continuidade às aventuras da dupla dinâmica na mesma estrutura da produção televisiva, com um vilão convidado por história. Há também uma versão app.

Mas agora, será a vez de lançar a menina dos olhos, a série de tevê. Para entender bem essa situação inusitada de que dois grandes concorrentes (Fox e Warner) têm hoje direitos sobre uma mesma produção, é bom saber que, em 1965, a editora DC Comics (criadora do personagem Batman) realizou uma parceria com os estúdios Fox e com o produtor de tevê William Dozier para lançar, em 1966, a série de televisão Batman. Em 1969, a DC Comics foi comprada pela Kinney National Company, que por sua vez, tinha acabado de adquirir também a própria Warner Bros. e os estúdios Seven Arts.

Com a crise financeira que a Kinney entrou em 1971, ela acabou juntando todas as suas empresas de entretenimento em uma só, batizando-a de Warner Communications, que atualmente é chamada de Time-Warner. Ou seja, a DC Comics hoje faz parte da Time-Warner, que é grande concorrente da Fox. Batman se tornou uma a série produzida por um grupo com o personagem de seu concorrente.

Mesmo assim, a produção continuou sendo negociada mundialmente para exibição na televisão. Até neste ponto, sem problemas. Eles só surgiram quando foi considerado o lançamento no rentável mercado do home video e dos produtos licenciados.

A Fox, no entanto, é única detentora dos direitos autorais do longa-metragem “Batman” (1966) e, felizmente, esta produção foi lançada em DVD no Brasil em 2004. Inclusive, nos extras, que não saíram na versão americana deste DVD, há um documentário sobre o Batmóvel, uma galeria de fotos e o trailer de cinema.

Parabéns Batman!