Corrida Maluca

Um grupo de diferentes personagens entram em uma corrida onde tudo é permitido para estar na frente. Esta é Corrida Maluca (Wacky Races), série animada produzida pelos estúdios Hanna-Barbera, exibida originalmente nos EUA entre 14/09/1968 e 05/09/1970. A cada um dos 17 episódios, duas diferentes corridas, onde cada uma delas representa uma etapa diferente do torneio.

Ao todo, 11 diferentes carros disputam as corridas em várias estradas. O principal personagem é Dick Vigarista, que com ajuda do seu cão Muttley, faz todo tipo de trapaças para ganhar a corrida e ganhar o título de “Volante Mais Biruta do Mundo”.

A série animada foi inspirada em um filme do diretor Blake Edwards, chamado “The Great Race” (A Corrida do Século), de 1965, que descreve crônicas de uma corrida super engraçada que acontecia pela América, Ásia e Europa, nos primeiros tempos dos automóveis. Há até quem diga que a personagem Penélope Charmosa, de Corrida Maluca, tenha se espelhado na atriz Natalie Wood, que fazia o par romântico com Tony Curtis. Dick Vigarista teria sido inspirado em Jack Lemon, o vilão do filme.

A participação do narrador das histórias deu um toque especial na série animada. Dizia ele: “Logo atrás veremos a Máquina do Mal, com seu volante malicioso e cheio de más intenções, Dick Vigarista e seu ajudante Muttley, sempre pronto a aplicar um golpe sujo”. Muttley sempre ri das trapalhadas de seu dono ao longo dos episódios.

Abaixo, as características de cada um dos 10 veículos que competem na Corrida Maluca:

Carro 00 – Máquina do Mal. Pilotada por Dick Vigarista, junto ao seu companheiro canino Muttley, eles tentam vencer a corrida a todo custo, fazendo todo tipo de trapaças e, claro, sem obter nenhum êxito.

Carro 1 – Pilotado pelos homens da caverna Irmãos Rocha, o carro é feito de pedra e lembra muito os veículos da série animada Os Flintstones.

Carro 2 – Coupé Assombrado. Pilotado por Gruesome Twosome, na realidade é um carro cercado de fantasmas, que mais parecem uma junção de um carro antigo com uma torre de um castelo da Transilvânia. Em seu interior, há um dragão, uma serpente marinha, uma bruxa, entre outras criaturas.

Carro 3 – Carro Conversível. É pilotado pelo cientista louco Professor Aéreo, que tem um estranho senso de humor. Ele é visto como um rival de Dick Vigarista, pois o seu carro sempre traz uma invenção que permite bloquear as armadilhas feitas por Dick.

Carro 4 – Lata Escarlate. Trata-se de um carro-avião vermelho, pilotado pelo Barão Vermelho, figura baseada no famoso aviador de mesmo nome.

Carro 5 – Gato Compacto. É guiado pela elegante Penélope Charmosa. É um carro todo rosa, com linhas muito femininas, que traz várias engenhocas que ajudam Penélope a manter-se sempre linda, durante as corridas.

Carro 6 – Carro-Tanque. É um veículo híbrido, uma junção de tanque e jipe. É pilotado pelo Sargento Bombarda e pelo Soldado Micas.

Carro 7 – Bomba Bala. É conduzido por um grupo de simpáticos gangsters, chamados Quadrilha da Morte, sendo que cada membro tem uma personalidade bastante característica.

Carro 8 – Carroça à Vapor. Representa a zona rural, sendo conduzido pelo agricultor Tio Tomás e pelo seu ajudante, o covarde Chorão. Esses personagens foram baseados na série de televisão A Família Buscapé.

Carro 9 – Turbo Terrífico. É um dragster pilotado por Peter Perfeito, também conhecido por ser um cavalheiro perfeito. Porém, o seu carro passa o tempo todo se desfazendo, obrigando Peter a repará-lo, embora, algumas vezes, consegue safar-se de algumas situações bastante bizarras, devido ao desenho do seu carro.

Carro 10 – Carro-Tronco. É um veículo feito de madeira, usando serras como rodas. É pilotado por Rufus, o Lenhador e pelo fiel escudeiro, o castor Dentes-de-Serra.

O final da corrida é sempre uma incógnita, mas quase todos os competidores venceram corridas, com exceção de Dick Vigarista. Somente uma vez ele conseguiu vencer, mas foi desclassificado por ter trapaceado e a vitória acabou indo para as mãos da Penélope Charmosa.

No Brasil, Corrida Maluca foi exibida por diversas emissoras abertas e por assinatura. Atualmente, faz parte do acervo do canal Tooncast. A dublagem brasileira ficou a cargo da TV Cinesom, do Rio de Janeiro.

Com o sucesso de Corrida Maluca, a Hanna-Barbera criou dois spin-offs (séries derivadas): Máquinas Voadoras e Os Apuros de Penélope.