Guerra, Sombra e Água Fresca

Guerra, Sombra e Água Fresca é uma série americana, do gênero “comédia”, exibida originalmente entre setembro de 1965 e julho de 1971 na rede CBS dos EUA. Somou 168 episódios e foi produzida por Bing Crosby.

As histórias se passam durante a II Guerra Mundial, mostrando espertos prisioneiros de guerra aliados que enganam de todas as formas seus captores nazistas. Dentro de um campo de prisioneiros nazistas, oficiais aliados mantêm uma grande base de operações, dando apoio a combatentes e cumprindo arriscadas missões de sabotagem e espionagem por trás das linhas inimigas. Usam uma grande rede de túneis e contatam o comando aliado através do rádio.

O comandante do campo nazista é o incompetente Coronel Klink, o qual os prisioneiros ajudam a manter-se no cargo evitando registro de fugas. Além de Klink, existe ainda o obeso sargento Schultz, que sabe ou desconfia das operações dos prisioneiros, mas que nada conta em função de todo tipo de suborno, chantagem ou enganação. Os alemães temem serem mandados para a “Frente Russa” (Eastern Front), terror que frequentemente os prisioneiros usam para conseguir seus objetivos.

Pertencente as Forças Áreas dos EUA, o Coronel Hogan (Bob Crane) é o prisioneiro mais graduado do campo e líder do grupo aliado. O sargento americano James “Kinch” Kinchloe (Ivan Dixon) é o responsável pelo rádio e demais comunicações. Um talentoso imitador, Kinchloe simula com facilidade as vozes dos alemães no rádio ou telefone. Por ser afroamericano, Kinch dificilmente sai do campo. O sargento americano Andrew J. Carter (Larry Hovis) é o especialista químico e responsável pelos explosivos. O cabo francês Louis LeBeau (Robert Clary) é um cozinheiro (chefe) e um mestre da camuflagem. Treina os cães do presídio para seguirem suas ordens. É ele quem lidera as entradas e saídas pelos túneis no campo de prisioneiros. O cabo inglês Peter Newkirk (Richard Dawson) é o jogador e especialista em lutas corpo-a-corpo. Ele provoca distrações nas missões de sabotagem

O sargento alemão Hans Schultz (John Banner) é o chefe da guarda dos prisioneiros. Seu bordão é “I hear nothing, I see nothing, I know nothing!” ou “I see nothing, nothing!” (traduzido na serie por “Eu não escutar nada, eu não ver nada, eu não saber de nada, nadinha”)

Schultz é um guarda incompetente, mas se mostra eficiente quando colocado em posições de autoridade. Ele é usado por Hogan para se fazer passar por oficiais alemães. Certa vez, Schultz foi nomeado comandante do campo em substituição a Klink.

As duas secretárias que o Coronel Klink teve durante a série tiveram romances com o Coronel Hogan. Forneciam-lhe informações e acessos à papéis e equipamentos.

No Brasil, Guerra, Sombra e Água Fresca foi exibida pela TV Tupi (1968-72), TV Excelsior (1969), TV Bandeirantes (1976-79; 85-86; 88), Multishow (1996-97) e Rede 21 (2004-06).