Roger Ramjet

Acima, a abertura da série animada Roger Ramjet, com a dublagem original brasileira (agradecimentos a Ranger Sombra).

Criado pelos cartunistas Ken Syder e Fred Crippen, Roger Ramjet é uma produção de 1965 da Hero Entertainment Inc., em parceria com a Pantomime Pictures Corporation, totalizando 156 episódios de  5 minutos, em cinco temporadas.

Com animação bastante simples, mas com roteiros muito bem humorados e ritmo frenético, a série animada é uma paródia aos super-heróis americanos da Marvel e DC Comics. O protagonista é Roger Ramjet, um super-herói aviador, musculoso, destemido e… atrapalhado. Ele é exageradamente moralista e patriota com sua nação e lidera um grupo de garotos conhecidos como Esquadrão das Águias Americanas, formado por Yank (uma versão jovem de Ramjet e líder dos “Águias”), Doodle (um baixinho e gorducho), Dan (um garotinho de óculos, que é o intelectual do grupo) e Dee (a única menina do grupo). O esquadrão foi criado para apoiar o herói, mas, na verdade, acaba tendo que salvá-lo muitas vezes.

Ramjet recebe ordens governamentais diretas do General do Pentágono G.I. Brassbottom, um baixinho esquentado que o herói dribla com muita simpatia. Roger Ramjet e As Águias Americanas lutam contra qualquer inimigo da nação, sendo que, na maioria das vezes, são bandidos ou espiões russos, em uma clara alusão ao clima de Guerra Fria do Pós-Guerra. Sempre com seu uniforme branco, Ramjet está preparado para combater a vilania com muito bom humor.

Mas Ranjet tem uma arma secreta — a pílula da superforça –, que tem energia de prótons. Ao ser ingerida pelo herói, lhe concede o poder de 20 bombas atômicas por um período de apenas 20 segundos, de modo que Ramjet pode derrubar vários inimigos de uma só vez. Passado o efeito, se o herói ainda não derrotou o inimigo, será capturado e terá de contar com a ajuda das crianças do Águias Americanas, por sinal muito mais espertas que Ramjet. Tanto é que, apesar de serem crianças, cada um dirige seu avião.

Como todo herói que se preze, Ramjet tem sua mocinha para salvar, a morena-sexy Lotta Love. Mas, ele tem que disputar o amor da donzela com o seu inimigo “Número 1” Lance Crossfire, um playboy e piloto de testes que está sempre com um grande sorriso.

A mãe de Roger Ramjet, a Senhora “Ma” Ramjet, é uma tremenda figura e também teve uma presença marcante no desenho.

O desenho tem um particularidade que o remete aos antigos filmes mudos da década de 1920. Ao longo dos episódios são mostradas frases na tela, descrevendo o que está acontecendo na história.

No Brasil, Roger Ramjet foi exibido inicialmente pela TV Globo, entre 1968-70. Entre 1972-73, foi a vez da TV Bandeirantes exibir a animação. Ainda em tevê aberta, foi reprisado pela TV Record em meados da década de 1970 e em 1987. Também foi ao ar pelo já extinto canal pago Locomotion, nos anos 2000.

A dublagem original em português foi realizada pelo estúdio Cine Castro, com o seguinte elenco: Milton Rangel (narrador), Pádua Moreira (Roger Ramjet), Luiz Manuel (Yankee), Carlos Marques (Doodle), Glória Ladany (Dan) e Ruth Schelske (Dee). A locução de Milton Rangel deu um toque de humor especial ao desenho. O tema de abertura, baseado na canção patriota “Yankee Doodle”, até ganhou uma versão cantada em português. Na reprise do canal Locomotion, uma nova dublagem foi apresentada.

Share

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *